VEGETARIANISMO

Porque economizar energia é importante para o país e o planeta

Fontes de energias renováveis para o Brasil : o sol, o vento, a água e a biomassa 

As usinas hidrelétricas produzem mais de 90% da energia elétrica consumida no Brasil.
Elas dependem da água dos rios em níveis adequados em seus reservatórios para gerar energia.
A falta de chuvas, de investimentos e o aumento do consumo resultaram em racionamento de energia elétrica, conhecido como apagão, nos anos de 2001 e 2002.

A construção de novas hidrelétricas significa impactos ambientais, pois tendem a alagar áreas extensas, alterando o ecossistema.
Procurar não consumir muita energia no horário de maior consumo entre 18h e 21h é necessário para evitar a construção de novas usinas e linhas de transmissão só para atender este horário de pico. Novas barragens trazem custos sociais e ambientais elevadíssimos como a inundação de terras e a destruição do hábitat de animais, plantas e de comunidades inteiras que muitas vezes não recebem compensação (reassentamento ou indenização). As grandes hidrelétricas, que inundam imensas áreas de florestas, emitem grandes quantidades de gás metano para a atmosfera.
Rã

Gasta-se muita energia para produzir alumínio e papel. Reciclar também é uma forma de colaborar e reduz a necessidade de construção de novas barragens.

No Brasil, a participação do petróleo na matriz energética é de 45%, seguido pelas fontes hidrelétricas em 39%.
O petróleo é uma fonte de energia não-renovável, assim como outros combustíveis fósseis como o carvão mineral e o gás natural.
Outra energia não renovável é a nuclear (ou atômica). Além de cara, gera lixo radioativo que precisa ser isolado e riscos inaceitáveis para o meio ambiente e a saúde humana. Há o risco de acidentes e um vazamento pode causar câncer e mutações nos seres vivos. Saiba mais sobre este assunto no site do Green Peace. www.greenpeace.org.br/nuclear/

Só há desenvolvimento sustentável com energia vinda de novas fontes renováveis.
Pequenas hidrelétricas podem produzir energia elétrica de maneira descentralizada e com pequeno impacto ambiental. Esta opção pode ser implantada em várias regiões do país aproveitando quedas-d`água naturais.
A energia do sol e a do vento podem ser transformadas em energia elétrica.
A energia solar pode ser uma alternativa para evitar as inundações causadas pelas usinas hidrelétricas e a poluição provocada pelo petróleo.
A energia eólica (dos ventos) também não libera gases tóxicos e não se esgota, como o petróleo (gasolina, diesel) e o carvão.
O nordeste é a região com maior potencial eólico. Esta energia é uma alternativa para complementar a hidreletricidade, já que o período com mais ventos ocorre quando há menos chuvas na região.

A biomassa é uma fonte limpa de energia. Reduz a poluição ambiental, pois utiliza lixo orgânico, restos agrícolas, aparas de madeira ou óleos vegetais. O bagaço da cana, que tem um alto valor energético, vem sendo utilizado para produzir eletricidade.

As condições naturais do país são favoráveis para o investimento em um do cenário elétrico sustentável utilizando a energia do sol, dos ventos, da biomassa e da água (pequenas hidrelétricas). As energias renováveis não requerem importação.
A maior utilização de energias renováveis traz muitos benefícios como :
- aumenta a diversidade da oferta de energia,
- maior geração de empregos no setor energético e novas oportunidades nas regiões rurais,
- evita alagar novas grandes áreas (floresta) preservando a biodiversidade,
- reduz a poluição e a emissão de gases de efeito estufa,
- representa economia para os consumidores,
- assegura a geração de energia sustentável a longo prazo,
- afasta o risco de novos apagões.

Os biocombustíveis são alternativas que podem gerar uma enorme quantidade de energia com menor impacto ambiental.
O mais conhecido, desenvolvido pelo Brasil, é o álcool - ou etanol - extraído da cana-de-açúcar. A mecanização da colheita é fundamental para evitar a queima da palha no campo e a emissão de dióxido de carbono para o meio ambiente.
No Brasil há um grande número de oleaginosas que podem ser usadas para produzir biodiesel como o dendê, mamona, buriti e o babaçu gerando renda para pequenos produtores. Dispomos de solo e clima adequados ao cultivo. O biodiesel é não-tóxico e uma grande oportunidade comercial para o país.

Com o aumento da demanda pelo etanol, é importante que a expansão do plantio da cana não avance sobre as matas e que os direitos dos trabalhadores sejam respeitados.  

Uma alternativa de energia limpa promissora é o hidrogênio, que quando usado como combustível produz como resíduo apenas vapor de água.

Música sobre o tema.

Dicas de Economia de Energia Elétrica

Vídeos :
Energias alternativas jan. 2007
O destino do lixo radioativo no Brasil mar. 2007
Plantio da cana : crescer sem destruir mar. 2007

Saiba mais : WWF-Brasil, MMEProinfa, Procel, Conpet, Inmetro, Eólica, Cemig, Biodiesel, Coletor solar .

PORTAL VEGETARIANO NATUREBA : www.natureba.com.br